Portal da Cidade Atibaia

prisão

Polícia prende dupla por assassinato de motorista de app em Atibaia

De acordo com a matéria do G1 Vanguarda, Investigação da Polícia Civil aponta que vítima foi morta em emboscada por causa de dívida de R$ 40 mil.

Postado em 11/08/2020 às 14:16

(Foto: TV Globo - Vanguarda)

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (11), dois homens suspeitos pelo assassinato de um motorista de aplicativo, que aconteceu em Atibaia. Segundo a Polícia Civil, os dois teriam armado uma emboscada contra a vítima por causa de uma dívida de R$ 40 mil. As prisões foram realizadas em São Paulo.

O crime aconteceu no fim de julho no bairro Jardim Centenário e foi noticiado aqui, no Portal da Cidade. A vítima realizava uma corrida de São Paulo até Atibaia. O celular da vítima foi fundamental para a polícia chegar até os criminosos.

De acordo com a investigação da Polícia Civil, o homem que tinha uma dívida de R$ 40 mil com a vítima, é o mandante do crime,  que locava carros e sublocava para que outros também fizessem o serviço de transporte por aplicativo.

Para se livrar da dívida, o homem contratou um outro rapaz para fazer uma emboscada e cometer o crime. Eles criaram um perfil falso de uma mulher para contratar uma corrida com o motorista, que deveria levar o irmão dela, que na verdade era o criminoso, para Atibaia. Durante a corrida, o homem foi morto com dois tiros.

No dia do crime, o mandante da ação seguiu o carro da vítima até Atibaia. Pouco depois do assassinato, ele volta para São Paulo com o outro suspeito. A Polícia Civil conseguiu imagens dos dois veículos no dia do crime.

Hoje, terça-feira (11) a Polícia Civil cumpriu os mandados de prisão temporária dos dois suspeitos em São Paulo. Um jovem de 24 anos, que seria o autor do crime, foi preso na zona leste e o mandante, um homem de 29 anos, foi detido na zona oeste da capital.

Os dois foram levados para a delegacia e vão permanecer presos. A Polícia Civil informou que vai pedir que a prisão seja transformada em preventiva. Os dois vão responder por homicídio triplamente qualificado.

Fonte:

Deixe seu comentário