Portal da Cidade Atibaia

Atibaia

Homem é preso suspeito de aplicar golpe milionário em minerador de ouro

Vítimas serão chamadas pela polícia para reconhecer golpista.

Postado em 10/01/2020 às 11:57 |

(Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Um homem de 35 anos foi preso suspeito de aplicar um golpe milionário em um empresário que atua com a mineração de ouro. A prisão foi nesta quarta-feira (8) em um condomínio de luxo em Atibaia. Segundo a Polícia Civil, ele ainda é suspeito de ao menos outros três golpes em empresários.

A Polícia Civil investigava a ação do suspeito há cerca de um ano e chegou até ele após a denúncia do dono de uma mineradora de ouro, vítima da ação do golpista em dezembro (veja vídeo das reuniões acima). Segundo a polícia, o minerador perdeu cerca de R$ 1 milhão em barras de ouro.

O golpista se passou por um investidor que queria comprar parte da mineradora. Eles se conheceram por intermédio de um advogado e as reuniões entre eles aconteciam em um escritório compartilhado, em Campinas.

Em uma primeira reunião, o golpista apresentou para a vítima um pacote de dólares falsos para comprovar que teria dinheiro para investir na mineradora.

Cinco dias depois, eles voltam a se encontrar no mesmo local e a vítima entrega oito barras de ouro para o golpista. O suspeito deixa a sala, alegando que iria verificar a procedência do ouro, e foge com as barras - cada uma tinha valor estimado entre R$ 100 mil e R$ 150 mil.

O dono da mineradora registrou a ocorrência e o modo de atuação do suspeito chamou a atenção da Polícia Civil em Atibaia, que já investigava o homem por outros golpes.

Nesta quarta, a Polícia Civil prendeu o suspeito em uma casa avaliada em R$ 3 milhões em um condomínio de luxo em Atibaia. No local, os policiais conseguiram localizar duas das barras de ouro furtadas do minerador. A equipe ainda apreendeu uma arma e um pacote com notas de dólar falso. O advogado dele foi procurado, mas não quis se pronunciar sobre o caso.

Além do suspeito, um outro homem, que se apresentava como segurança dele, também foi preso. Os dois foram encaminhados para presídios em Piracaia.

A Polícia Civil informou ainda que o suspeito já era investigado desde o começo de 2019 por dois crimes: estelionato e lavagem de dinheiro. De acordo com o delegado Elton Costa, o suspeito já é conhecido no meio policial e o padrão elevado de vida que levava nos últimos anos chamou a atenção da polícia.

"Identificamos que ele estava passando a cometer uma série de crimes. Não nessa cidade, mas fora. Tipicamente crimes como golpes em empresários. Verificamos que ele estava, na verdade, conseguindo esse dinheiro todo por meio de atos criminosos e limpando, lavando esse dinheiro em uma empresa construtora que ele que ele criou. Essa empresa na verdade ele trazia todo esse dinheiro e colocava em obras", explicou.

Outras possíveis vítimas do suspeito serão chamadas pela polícia para reconhecer o golpista.

Fonte:

Deixe seu comentário