Portal da Cidade Atibaia

Atibaia

Fred Kyrillos derrota Joaninha e é bicampeão do Duelo de Motos em Atibaia

Fred Kyrillos foi o primeiro a competir na final.

Postado em 04/02/2019 às 14:30 |

(Foto: Reprodução/TV Globo)

A cidade de Atibaia ferveu neste domingo. O público compareceu em peso ao Duelo e Motos e viu um verdadeiro show de manobras. As motos voaram alto, mas quem tirou onda mesmo foi Fred Kyrillos. Campeão em 2018 na edição disputada em Extrema, Minas Gerais, ele voltou a subir no lugar mais alto do pódio.

E o vice-colocado foi o mesmo do ano passado também. Joaninha foi aclamado pelo público e terminou na segunda posição na final. A disputa entre os dois foi acirrada. Marcelo Simões foi o terceiro.

Fred Kyrillos foi o primeiro a competir na final. Ele abriu com um backflip sit grab no maior salto da pista. Depois, deu um flip superman e um backflip, ganhando os aplausos.

Ou seja, demonstrou um leque de manobras que surpreenderam os presentes. Joaninha, por sua vez, abriu com um jet-ski para tsunami flip, demonstrando que daria trabalho. Um flip sem as mãos levantou a galera na quarta tentativa. O duelo foi de altíssimo nível, e Fred foi apontado campeão. Ele tirou seu equipamento, a camisa e foi comemorar com a galera.

Os juízes avaliaram dificuldade dos saltos, estilo do piloto, execução, variedade e aproveitamento da pista para apontar Fred Kyrillos como campeão do evento.

Quartas de final

Claudinho Rocha e Marcelo Simões fizeram a disputa inicial. O primeiro deu um belo backflip logo de cara. Mais tarde, um backflip superman e um backflip indie, ou seja, apostou na manobra quetem como base dar um giro uma espécie de mortal no ar. Mas o segundo levantou a galera com a complexidade e dificuldade de seus saltos, conseguindo avançar para a próxima fase.

Fred Kyrillos e Tatá Pelegrino foram o embate na sequência. O primeiro a competir foi Tatá, estreante no Duelo de Motos e vindo do motocross. Ele ganhou o carinho do público local, por ser de Atibaia, e foi bem consistente, mas Fred, atual campeão do evento, deu show e avançou. Ele abriu com a manobra no ponto mais alto, um backflip no hands, ou seja, sem as mãos. Depois, deu mais dois backflips e um lazy boy. No sexto salto, um susto. Ele caiu, mas rapidamente pegou a moto e retomou as manobras, fazendo mais dois backflips.

Semifinais

Marcelo Simões entrou na semifinal e apostou em manobras bem plásticas. Ao todo, ele fez nove saltos, todos bem executados, mantendo a consistência em todo período na pista. O rival, contudo, era Fred Kyrillos, que começou com seu show de backflips, sendo um deles um tsunami, onde o piloto projetou seu corpo para frente e segurou o guidão com a moto para o alto. E o segundo seguiu adiante para a decisão.

Brian McCarthy, americano, pegou o forte Joaninha. Sabendo da força do brasileiro, ele precisou tentar manobras de complexidade. Ele começou bem, mas no terceiro salto não conseguiu executar o que pensou. O oitavo, um truque chamado Captain Morgan, fez o público aplaudir. Mas Joaninha foi espetacular. Variou os flips e backflips, enlouquecendo o público presente. Com isso, se garantiu na final contra Fred Kyrillos.

Classificação final

1) Fred Kyrillos
2) Joaninha
3) Marcelo Simões
4) Brian McCarty
5) Nicolas Ferreira
6) Claudinho Rocha
7) Tatá Pelegrino
8) Robertt Fire

Fonte:

Deixe seu comentário